Vou começar este texto te fazendo uma pergunta: qual o seu hobby? A principal atividade para as horas vagas? Não precisa elaborar uma resposta impressionante não. Pode ser simples e direta.

Ok. Agora, quero que você pense em qual é a atividade favorita de seu filho ou filha, esposa ou esposo, irmão, amigo, pai ou mãe. Reflita um pouco sobre o que faz com que essas pessoas desfrutem do tempo livre delas.

AQUI VOCÊ PODE OUVIR EM ÁUDIOBOOK
SEU ÁUDIOBOOK

Bom, então, vamos tentar fazer um exercício. Como você convenceria um deles ou a maioria deles a praticar o seu hobby juntamente com você um dia desses? Como convidá-los a enxergar esta atividade com o mesmo prazer e alegria que você vê e sente ao realizá-la?

Pois bem, essa é a tarefa que este texto te propõe a fazer. Mas como palestrante e não em sua vida profissional. Isso mesmo, queremos fazer com que sua palestra desperte nas outras pessoas a vontade de mudar de comportamento. Estimular o desejo de buscar por algo diferente, mas com o adicional para que possa fazer com que elas evoluam, nem que seja apenas por aprender algo novo.

E aí, ficou interessado em saber como a sua palestra pode gerar a mudança de comportamento na plateia? Então, neste texto vou explicar qual a importância de fazer com que o outro enxergue um ponto de vista diferente do que ele carrega dentro de si. Além disso, elenquei quatro dicas básicas para te ajudar a aplicar essa tarefa na sua apresentação.

Por que ter uma palestra que propõe mudança?

Para começar, é preciso que você tenha clareza da importância de entender o porquê deve se preocupar em proporcionar essa mudança de comportamento na plateia.

Há alguns aspectos que eu destacaria como fundamentais. O primeiro deles é proporcionar ao outro uma experiência que possa melhorar as perspectivas futuras dele, seja pessoalmente como profissionalmente.

Um exemplo é estimular a empatia. Muito se tem falado sobre isso. Algumas pessoas até reproduzem esse discurso. Mas é preciso mostrar para o público o que de fato é ter empatia. O quanto essa atitude, na prática, pode mudar a vida do outro. Além, é claro, de provar que não é fácil. Contudo, enriquecedor.

Como usar a experiência?

Para que isso de fato mexa com quem está assistindo é preciso que você use uma experiência sua ou que você tem conhecimento.

O segundo ponto que sobressai – e ele é complementar ao primeiro – é o fato de que essa ação pode gerar engajamento com o público. Envolver as pessoas no que você está apresentando é fundamental para que sua palestra gere o impacto desejado.

O terceiro pilar que integra essa construção é gerar resultados. Ou seja, o que você tratou na sua palestra mexeu com a plateia? Fez com que elas pensassem sobre o que você está tratando e, principalmente, se sentissem estimuladas a se transformar?

Veja que chegamos ao ponto essencial deste texto. Mas ainda acrescento um quarto e último aspecto para te convencer de ter uma palestra que promova a mudança de comportamento.

Diante do cenário traçado até aqui o fator a mais que destaco é o de que as empresas vão querer te contratar. Esta palestra precisa ser de venda ou atrativa para a empresa. E, na prática, isso é que é fundamental. Afinal, toda marca quer associar sua imagem a resultados positivos e contratar uma apresentação de impacto.

Agora sim. Vamos às quatro dicas para uma palestra que gera mudança de comportamento:

Reconhecimento e aceitação

Reconhecimento e aceitação

As pessoas precisam se reconhecer em você. Isso quer dizer que o público que está assistindo precisa se sentir bem, a vontade com a sua apresentação, para que estejam abertas a aceitação sobre o que você irá tratar.

A partir disso, é mais fácil de que você mostre a elas que talvez a forma como elas veem o mundo não é exatamente como ele acontece de fato.

É importante que você revele que há mais de um caminho para ser percorrido e que nunca é tarde para abrir a porta de uma nova oportunidade. Sendo assim, a mudança de comportamento pode ser positiva e agregar à vida delas.

Metas e traçar caminhos

Metas e traçar caminhos

Além de conseguir fazer com que as pessoas se sintam envolvidas com a sua apresentação, é indispensável que você mostre a elas que mudar de comportamento é possível.

Para isso, você deverá apresentar um método que permitiu a você implementar a alteração da sua conduta na prática. Neste caso, é ótimo utilizar um exemplo de experiência pessoal/profissional – dependendo do tom da sua palestra – para que funcione como uma ilustração do que está sendo falando.

Esse episódio precisa ser marcante e envolvente, para que a pessoa que está assistindo se lembre dele e se sinta estimulada a também promover a mudança na vida dela.

Envolvimento

Envolvimento

Nada melhor para prender a atenção das pessoas do fazer perguntas ou questioná-las sobre algo que tenha algum significado para elas. Veja um exemplo aqui mesmo. No começo deste texto te fiz uma pergunta, não é mesmo?! E qual foi ela?

Pois bem, fazer com que o público se sinta parte da palestra estimula o sentimento de pertencimento. Mostra para eles que a presença de cada um ali é fundamental para que aquela apresentação aconteça.

Isso também é um estímulo para que a plateia de sinta envolvida e motivada a mudar de comportamento.

4ª Originalidade

Originalidade

Nunca se esqueça de que sua palestra precisar mostrar um pouco de você. As pessoas precisam te conhecer e ver a sua palestra como única, porque ela é original e foi criada por você para eles.

Pense em um filme. Em poucos minutos, a forma como o roteiro é apresentado, já nos dá sinais da personalidade do personagem principal, seus medos, anseios e objetivos de vida.

Isso faz com que você se envolva com o enredo. Goste e torça pela vitória do personagem. Sempre se lembre disso no momento de contar a sua história.

Esses passos que estou dividindo aqui com você são apenas um guia para que você construa uma palestra inédita, marcante e envolvente.

Quero ter uma palestra de impacto!

Mentor Carlos Paes

E ai, foi possível entender a importância de ter uma palestra que gere mudança de comportamento? E os passos para colocar essas dicas em prática? Achou esses aspectos úteis e praticáveis? Conte-me sua perspectiva.

Para receber mais orientações de como se tornar um palestrante de impacto, entre em contato comigo. Meu objetivo é preparar uma mentoria adequada ao seu perfil e lhe auxiliar a ter uma apresentação que gere resultados. Estou aguardando o seu contato

[post-carousel id="2657"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.